CAMPEÃO

Produtor de Poconé recebe título de campeão estadual de produtividade

Com produção de100,41 sacas de soja/hectare, Raul Santos Costa Neto obteve 1º lugar estadual, 3º no Centro-Oeste e 26º no país
Sábado 07 de Julho de 2018
Redação
Produtor de Poconé recebe título de campeão estadual de produtividade

O  produtor rural Raul Santos Costa Neto, de Poconé, alcançou o título de campeão estadual de produtividade pelo Comitê Estratégico de Soja Brasil (CESB) edição 2017/2018. Com uma produção de 100,41 sacas por hectare, ele atingiu volume recorde em Mato Grosso.

Concorrendo com mais de 5,5 mil inscritos ao 10º Desafio de Máxima Produtividade CESB, Neto ainda ficou em 3º lugar na região Centro-Oeste e 26º no ranking nacional. Há quatro anos atuando na Fazenda Lagoa Dourada, Baixada Cuiabana, esta foi a primeira vez que participou da premiação.

“Estamos há muito pouco tempo desenvolvendo a integração lavoura-pecuária, em uma área de 1.500 hectares, concentrados por enquanto apenas na produção de soja, o que nos faz buscar cada vez melhor produtividade, pois não fazemos safrinha de milho. Cultivamos soja de novembro até final de março, depois substituímos por capim para o gado ao longo de três meses”, explica.

Neto, que tem 40 anos, é médico veterinário e até então se dedicava apenas à pecuária, está muito satisfeito com os resultados que vêm obtendo na agricultura, entre eles, a recuperação das pastagens degradadas. Em apenas quatro safras de cultivo saiu de um índice de 1,5% de matéria orgânica no solo para uma média de 2,8% (área total), sendo que em algumas áreas da fazenda chegou a 4%.

Para participar do desafio da CESB, que é referência nacional, ele explica que selecionou algumas faixas menores da propriedade para serem monitoradas. Embora a produção geral da safra 2017/2018 tenha sido de 79 sacas por hectare, nessas áreas monitoradas para participar do desafio conseguiu alcançar 100,41 sacas/ha.

Sobre a premiação

Na 10ª edição do Desafio do Cesb, o estado com maior participação foi o Rio Grande do Sul, com 1808 produtores inscritos. Desde a sua criação, o Desafio Nacional de Máxima Produtividade, já recebeu mais de 20 mil inscrições de produtores rurais de todo o país. Em 2018, agricultores de 956 municípios participaram do evento.

O comitê é qualificado como uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), composto por 18 membros e 23 entidades patrocinadoras.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS