CARNE

Rússia diminuiu compras de carne de Mato Grosso

Do total exportado por Mato Grosso, apenas 7 mil toneladas tiveram como destino a Rússia
23-11-2018
Fonte: Redação
Foto: Reprodução

Dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), apontam que a Rússia diminuiu 99,3% de suas importações de carne mato-grossense entre 2017 e 2018. O maior país do mundo chegou a ter uma participação de 19% do total exportado pelo Estado, porém, chegou a 2018 “sem comprar praticamente nada”.

Esse cenário foi reflexo da queda no preço do petróleo no mercado internacional (2013 e 2016), principal commoditie exportada pelo país, que reduziu seu poder de compra, bem como do embargo russo sobre a carne bovina brasileira em dezembro. “Com isso, os frigoríficos mato-grossenses buscaram outros mercados para escoar sua produção”.

No relatório feito pelo instituto, Mato Grosso exportou 107,7 mil toneladas para o Oriente Médio, 93 mil toneladas para China e Hong Kong, 30,09 mil toneladas para a União Europeia e 48,91 mil toneladas foram enviadas para outros países. Os valores são referentes a 2018.

Do total exportado por Mato Grosso, apenas 7 mil toneladas tiveram como destino a Rússia. O instituto, no entanto, aponta que, recentemente, o país “reabriu parcialmente o mercado de carne bovina, o que pode levar a novos negócios, melhorando o desempenho das exportações nos próximos meses”.

De acordo com o Ministério de Indústria e Comércio Exterior (Mdic), o Estado de Mato Grosso exportou um volume de 29,4 mil toneladas de carne bovina in natura em outubro, queda de 9,51% no comparativo mensal. “Apesar disso, este volume é o terceiro maior exportado deste ano”, diz o Imea.

Até agora, Mato Grosso exportou 279 mil toneladas de carne, o que gerou uma receita de 893 milhões de dólares.

Veja no MT Econômico mais notícias sobre pecuária. Clique aqui.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



FINANÇAS PESSOAIS