ECONOMIA BRASILEIRA

Para Banco Central, manutenção da Selic e inflação estão atreladas a reformas

Esses resultados, ligados à inflação baixa, juros na mínima histórica, relevantes para o crescimento
06-12-2018
Fonte: Redação
Foto: Reprodução

O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, na manhã de quarta-feira (5) disse que a chance da inflação baixa e os juros básicos, taxa Selic, se mantiverem e assim haverá o crescimento da economia.

“De março para cá, houve uma resiliência das nossas instituições, das nossas expectativas, de forma que foi possível manter a taxa de juros em 6,5% ao ano, apesar da volatilidade e o ambiente mais desafiador para as economias emergentes [como o Brasil]”, disse.

“Esses resultados, ligados à inflação baixa, juros na mínima histórica, relevantes para o crescimento, só vão poder se manter no médio e longo prazo desde que a gente se mantenha no processo de aprovação de reformas, notadamente as de natureza fiscal e ajustes na economia brasileira”, disse.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



FINANÇAS PESSOAIS