REDUÇÃO DE PASTAS

Mauro Mendes decide reduzir secretarias para conter despesas

Podem permanecer seus ex-secretários que estão no governo Taques agora como o de Fazenda Rogério Gallo, e Planejamento, Guilherme Muller.
Sexta-feira 19 de Outubro de 2018
Redação
Mauro Mendes decide reduzir secretarias para conter despesas
Foto: Reprodução

O governador eleito Mauro Mendes (DEM) que faria o anuncio da equipe de transição e acabou adiando por causa de 2 viagens de negócios da sua empresa, para São Paulo e Brasília, disse que após a transição irá pensar em anunciar seu secretariado, mas que antes ainda pretende diminuir secretarias e autarquias.

Mauro quer diminuir as pastas para poder gerar economia aos cofres públicos e que por isso irá fazer a reforma administrativa aglutinando pastas para ter um estado que custe menos ao bolso do cidadão. “Nós vamos estregar um estado menor, logo de inicio, e vamos buscar ao longo dos quatro anos que ele seja mais barato e mais eficiente”, disse Mauro.

Pelos cálculos de início, Mauro pretende reduzir pelo menos 10 secretarias e manter apenas 15 aglutinando pastas. 

Antes de fazer a reforma administrativa, Mauro vai fazer um estudo aprofundado para tomar as decisões para aglutinar e conseguir a eficiência.

Mauro disse que tem vários  nomes como do ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD), do deputado estadual Zeca Viana (PDT), do deputado federal Fábio Garcia (DEM), entre outros para  compor seu secretariado. Mas que até agora somente sua esposa Virgínia Mendes foi convidada para assumir como secretaria de Assistência Social.

Podem permanecer seus ex-secretários que estão no governo Taques agora como o de Fazenda Rogério Gallo, e Planejamento, Guilherme Muller. 

De acordo com ele, o seu staff será formado com base em critérios técnicos. “Critério técnico, político, experiência, muita vontade de trabalhar, e certamente e obrigatoriamente honestidade”, finalizou. 

 


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS