Conheça o potencial econômico das principais cidades de Mato Grosso.  Segue abaixo dados de um dos principais estados brasileiros e ranking das cidades com maior Produto Interno Bruto (PIB).

 

MATO GROSSO

PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

R$: 233.390 bi

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: Mato Grosso foi fundado em 09 de maio de 1889.

   – Emancipação: O estado se dividiu em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul em 11 de outubro de 1977.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Mato Grosso é de aproximadamente 3.658.649 habitantes. Segundo o instituto, a perspectiva é que a população de MT aumente para 4.433.798 até 2060.

 

Municípios

Mato Grosso possui 141 municípios em uma dimensão territorial de 903.208.361 km², sendo Cuiabá a capital e sede administrativa do Estado.

 

Veículos

A quantidade de veículos em Mato Grosso é de 2.568.240, segundo dados do IBGE até 2022.

 

Localização e Logística

Mato Grosso está localizado na região Centro-Oeste do Brasil, fazendo divisa com os estados de Amazonas, Pará, Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul e Rondônia, além de compartilhar uma fronteira internacional com a Bolívia. Sua localização estratégica o torna um importante corredor de integração logística, especialmente para o escoamento da produção agropecuária.

 

Aspectos Históricos e Culturais

A história de Mato Grosso está intimamente ligada à exploração do território brasileiro, desde os primeiros movimentos de colonização até a criação do estado. Sua cultura é marcada pela diversidade étnica e cultural, com influências indígenas, portuguesas, africanas e de outros povos imigrantes.

As primeiras expedições rumo ao que hoje é o estado do Mato Grosso datam de 1.525 quando Pedro Aleixo Garcia segue para Bolívia permeando os rios Paraná e Paraguai.

Após esse episódio, portugueses e espanhóis migram para a região por terem ouvido falar nas riquezas daquelas terras pouco exploradas.

Em 1718, um bandeirante chamado Pascoal Moreira Cabral Leme subiu pelo rio Coxipó e descobriu enormes jazidas de ouro, dando início à corrida do ouro, fato que ajudou o povoamento da região. Um ano depois seria fundado o Arraial de Cuiabá que passaria a se chamar Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá. E em 1748 seria criada a capitania de Cuiabá.

Quando declarada a independência do Brasil, o governo de D. Pedro I nomeou para Mato Grosso cinco governantes e os fatos mais importantes ocorridos nesses anos de 1822 a 1840 foram a oficialização da Capital da Província para Cuiabá e o movimento conhecido como ‘Rusga’ – movimento nativista de matança de portugueses.

Ainda no Império, Mato Grosso foi governado por 28 presidentes nomeados pelo Imperador, até a Proclamação de República, em 15 de novembro de 1889.

Durante o governo de Dom Pedro II, a Guerra da Tríplice Aliança, movida pela República do Paraguai contra o Brasil, Argentina e Uruguai, iniciada em 1864 e terminada a 1870 com a morte do Presidente do Paraguai, Marechal Francisco Solano Lopez foi outro fato muito importante na história do estado.

A partir do início do século XIX, com a diminuição da extração de ouro naquelas terras, a economia declina e a população para de crescer. Militares e civis dão início a um movimento separatista em 1892, contra o governo do então presidente marechal Floriano Peixoto. Mas o movimento separatista acaba sendo sufocado por intervenção do governo federal.

A economia do estado começa a melhorar com a implantação de estradas de ferro e telégrafos, época em que começam a chegar seringueiros e criadores de gado.

Em 1977, Mato Grosso é então desmembrado em dois estados: Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Mato Grosso é um dos estados do Centro-Oeste brasileiro. Faz limite com Amazonas, Pará, Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rondônia e a Bolívia, país vizinho, e possui 141 municípios.

 

Vocação Econômica

 – Agronegócio: Mato Grosso é um dos principais produtores agrícolas do Brasil, destacando-se na produção de soja, milho, algodão, carne bovina e suína, entre outros.

 – Indústria: O estado possui uma indústria diversificada, com destaque para o processamento de alimentos, produtos químicos, papel e celulose, além de indústrias ligadas ao setor mineral.

   – Comércio e Serviços: O comércio e os serviços são importantes para a economia do estado, especialmente nas áreas urbanas e nos polos industriais.

 

RANKING 15 MAIORES CIDADES MT

PIB (IBGE 2021, divulgado em 2023)

 

1º Cuiabá 29.747 bi

2º Rondonópolis 17.296 bi

3º Sorriso 12.523 bi

4º Várzea Grande 9.917 bi

5º Sinop 9.624 bi

6º Sapezal 6.979 bi

7º Primavera do Leste 6.965 bi

8º Campo Novo do Parecis 6.910 bi

9º Lucas do Rio Verde 6.892 bi

10º Nova Mutum 6.037 bi

11º Diamantino 5.747 bi

12º Tangará da Serra 5.585 bi

13º Campo Verde 4.993 bi

14º Querência 4.259 bi

15º Barra do Garças 2.567 bi

 

 CUIABÁ

1º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 29.747 bi

PIB per capta: R$ 47.700,88

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: Cuiabá foi fundada em 8 de abril de 1719.

   – Emancipação: A cidade foi emancipada em 17 de setembro de 1818.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Cuiabá é de aproximadamente 650.877 habitantes.

 

Localização e Logística

Cuiabá está localizada na região Centro-Oeste do Brasil, sendo a capital do estado de Mato Grosso. Situa-se às margens do Rio Cuiabá e possui uma posição estratégica na conexão entre diferentes regiões do país. A cidade também é servida por importantes rodovias e possui um aeroporto internacional na cidade vizinha Várzea Grande.

 

Aspectos Históricos e Culturais

Cuiabá possui uma rica história ligada à exploração de ouro durante o período colonial brasileiro. Sua cultura é marcada pela diversidade étnica, com influências indígenas, africanas e europeias. A cidade preserva muitos aspectos de sua história em seu centro histórico e em festivais culturais, como o Festival de Cururu e Siriri.

 

Vocação Econômica

– Comércio e Serviços: Cuiabá possui um comércio diversificado, com centros comerciais, shoppings, lojas de rua e, também, possui destaque no setor de serviços, incluindo saúde, educação, tecnologia da informação, turismo, transporte, administração pública e setor terciário.

   – Indústria: Os principais setores industriais incluem energia, agroindústria, construção e transporte.

   – Agronegócio: Embora não esteja diretamente localizada na cidade, o agronegócio em Cuiabá desempenha um papel importante como centro de distribuição, administração e prestação de serviços para esse setor.

 

Principais Pontos Turísticos

   – Centro Histórico: Com edifícios históricos, como a Catedral Basílica do Senhor Bom Jesus de Cuiabá e o Palácio da Instrução.

   – Parque das Águas, Tia Anair e Mãe Bonifácia: Área de preservação ambiental com trilhas, lagos e áreas de lazer.

   – Chapada dos Guimarães: A cerca de 65 km de Cuiabá, oferece paisagens naturais deslumbrantes, cachoeiras e trilhas.

   – Pantanal: Embora não esteja diretamente em Cuiabá, é uma das principais atrações turísticas da região, oferecendo safáris, observação de fauna e flora, pesca e turismo ecológico.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em infraestrutura turística, como hotéis, restaurantes, comércio, eventos e atrativos de lazer.

– Expansão do setor de serviços, com foco em educação, saúde, tecnologia da informação e transporte.

– Desenvolvimento de parcerias com indústrias locais para fornecimento de insumos e serviços.

– Exploração de oportunidades no setor de agronegócio, como logística, distribuição e serviços relacionados.

 

RONDONÓPOLIS

2º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 17.296 bi

PIB per capta: R$ 72.181,58

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: Rondonópolis foi fundada em 10 de dezembro de 1953.

   – Emancipação: A cidade foi emancipada em 10 de dezembro de 1953.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Rondonópolis é de aproximadamente 244.911 habitantes.

 

Localização e Logística

Rondonópolis está localizada no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. É estrategicamente posicionada às margens da BR-364, uma importante rodovia que corta o estado de norte a sul, facilitando o acesso ao restante do país. Além disso, a cidade conta com uma ferrovia e um aeroporto regional.

 

Aspectos Históricos e Culturais

Rondonópolis tem sua história ligada à colonização e ocupação do interior do Brasil. Sua cultura é marcada pela diversidade étnica e cultural, com influências indígenas, africanas e europeias. A cidade preserva sua história em museus e monumentos.

 

Vocação Econômica

   – Agronegócio: Rondonópolis está entre as maiores regiões produtoras de grãos do país, com destaque para a soja, milho, algodão e cana-de-açúcar.

   – Indústria: O setor industrial também é significativo, com destaque para indústrias alimentícias, metalúrgicas, químicas e de plásticos.

   – Comércio e Serviços: Rondonópolis possui um comércio diversificado e uma variedade de serviços, incluindo saúde, educação, tecnologia da informação, transporte e administração pública.

 

Principais Pontos Turísticos

   – Parque das Águas: Área de lazer com lagos, trilhas, áreas verdes e atividades recreativas.

   – Praça Brasil: Praça central da cidade, com jardins, fontes e espaços de convivência.

   – Museu Rondon: Museu histórico que retrata a história da região e do Brasil.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em infraestrutura para o agronegócio, como armazenamento e logística.

– Desenvolvimento de indústrias voltadas para o processamento de produtos agrícolas.

– Expansão do setor de serviços, com foco em saúde, educação e tecnologia da informação.

– Criação de empreendimentos turísticos voltados para o ecoturismo e turismo rural.

 

SORRISO

3º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 12.523 bi

PIB per capta: R$ 131.899,11

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: Sorriso foi fundada em 13 de maio de 1986.

   – Emancipação: A cidade foi emancipada em 13 de maio de 1986.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Sorriso é de aproximadamente 110.635 habitantes.

 

Localização e Logística

Sorriso está localizada no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. É considerada o maior município produtor de soja do país. Está situada às margens da BR-163, uma importante rodovia que liga o Mato Grosso aos portos do sul do Brasil.

 

Aspectos Históricos e Culturais

Sorriso teve seu desenvolvimento impulsionado pela colonização agrícola e é conhecida como a “capital nacional do agronegócio”. Sua cultura é influenciada principalmente pela cultura rural, com festas típicas, como a Expocen, que celebra o agronegócio.

 

Vocação Econômica

   – Agronegócio: Sorriso é um dos principais polos agrícolas do Brasil, com destaque para a produção de soja, milho, algodão e carne bovina.

   – Indústria: A indústria está em crescimento, com destaque para o processamento de grãos, produção de biodiesel, beneficiamento de carnes e fabricação de máquinas agrícolas.

   – Comércio e Serviços: O comércio e os serviços estão em expansão para atender às demandas da população e dos produtores rurais.

 

Principais Pontos Turísticos

   – Parque Ecoturístico Municipal “Araguaia”: Área de preservação ambiental com trilhas, cachoeiras e áreas de lazer.

   – Praça dos Migrantes: Praça central da cidade, com jardins, fontes e espaços de convivência.

   – Monumento ao Desbravador: Monumento que homenageia os pioneiros que colonizaram a região.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em infraestrutura para o agronegócio, como armazenamento e logística.

– Desenvolvimento de indústrias voltadas para o processamento de produtos agrícolas.

– Expansão do setor de serviços, com foco em saúde, educação e tecnologia da informação.

– Criação de empreendimentos turísticos voltados para o ecoturismo e turismo rural.

 

VÁRZEA GRANDE

4º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 9.917 bi

PIB per capta: R$ 9.355,32

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: Várzea Grande foi fundada em 15 de maio de 1867.

   – Emancipação: A cidade foi emancipada em 15 de maio de 1948.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Várzea Grande é de aproximadamente 300.078 habitantes.

Localização e Logística

Várzea Grande está localizada na região Centro-Oeste do Brasil, no estado de Mato Grosso. Integra a região metropolitana de Cuiabá e está situada às margens do Rio Cuiabá, com fácil acesso à capital do estado. A cidade também possui uma localização estratégica próxima a importantes rodovias, como a BR-364 e a BR-070, facilitando o transporte de mercadorias.

 

Aspectos Históricos e Culturais

Várzea Grande possui uma rica história ligada à colonização e expansão do território mato-grossense. Sua cultura é marcada pela influência indígena, africana e europeia, refletida em suas festas, artesanato e culinária típica.

 

Vocação Econômica

   – Indústria: Várzea Grande possui uma forte presença industrial, com destaque para os setores metalúrgico, mecânico, alimentício, químico e de confecção.

   – Comércio e Serviços: A cidade possui um comércio diversificado e uma variedade de serviços, incluindo saúde, educação, tecnologia da informação, transporte e administração pública.

   – Agronegócio: Embora não seja o foco principal, o agronegócio também desempenha um papel importante na economia local, especialmente em atividades de distribuição de insumos e prestação de serviços para o setor agropecuário.

 

Principais Pontos Turísticos

   – Parque Tanque do Fancho: Área de lazer com lagos, áreas verdes e atividades recreativas.

   – Rio Cuiabá: Oferece atividades como pesca esportiva, passeios de barco e observação da natureza.

   – Centro Histórico: Com edifícios históricos e monumentos que remontam à história da cidade.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em infraestrutura turística, como hotéis, restaurantes e atrativos de lazer.

– Expansão do setor de serviços, com foco em educação, saúde, tecnologia da informação e transporte.

– Desenvolvimento de parcerias com indústrias locais para fornecimento de insumos e serviços.

– Exploração de oportunidades no setor de agronegócio, como logística, distribuição e serviços relacionados.

 

SINOP

5º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 9.624 bi

PIB per capta: R$ 64.607,12

 

 Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: Sinop foi fundada em 14 de setembro de 1974.

   – Emancipação: A cidade foi emancipada em 17 de dezembro de 1979.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Sinop é de aproximadamente 196.312 habitantes.

 

Localização e Logística

Sinop está localizada no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. É estrategicamente posicionada próxima à BR-163, uma das principais rodovias que cortam o estado, facilitando o acesso a outras regiões do país. Além disso, a cidade conta com um aeroporto regional.

 

Aspectos Históricos e Culturais

Sinop tem sua história ligada à colonização da região Norte de Mato Grosso. Sua cultura é marcada pela diversidade étnica e cultural, com influências indígenas, africanas e europeias. A cidade preserva sua história em museus e monumentos.

 

Vocação Econômica

   – Agronegócio: Sinop é conhecida como um dos principais polos agrícolas do estado de Mato Grosso. A região é uma das maiores produtoras de soja, milho e algodão do país.

– Indústria: O setor industrial também é significativo, com destaque para indústrias alimentícias, metalúrgicas, madeireiras e de produtos químicos.

   – Comércio e Serviços: Sinop possui um comércio diversificado e uma variedade de serviços, incluindo saúde, educação, tecnologia da informação, transporte e administração pública.

 

Principais Pontos Turísticos

   – Parque Florestal: Área de preservação ambiental com trilhas, lagos e áreas de lazer.

   – Praça da Bíblia: Praça central da cidade, com jardins, fontes e espaços de convivência.

   – Museu de História e Arte de Sinop: Museu que retrata a história e a cultura da região.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em infraestrutura para o agronegócio, como armazenamento e logística.

– Desenvolvimento de indústrias voltadas para o processamento de produtos agrícolas.

– Expansão do setor de serviços, com foco em saúde, educação e tecnologia da informação.

– Criação de empreendimentos turísticos voltados para o ecoturismo e turismo rural.

 

SAPEZAL

6º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 6.979 bi

PIB per capta: R$ 253.910,54

 

Data de Fundação e Emancipação

– Fundação: 14 de maio de 1992.

– Emancipação: 29 de dezembro de 1993.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Sapezal é de aproximadamente 28.944 habitantes.

 

Localização e Logística

Sapezal está localizado na região oeste de Mato Grosso, fazendo divisa com os municípios de Campos de Júlio, Comodoro, Campos de Júlio, Campos de Júlio e Brasnorte.

O município possui acesso privilegiado por meio de rodovias, destacando-se a BR-364 e a MT-235, facilitando o escoamento da produção agrícola e o transporte de mercadorias para outras regiões.

 

Aspectos Históricos

Sapezal teve seu desenvolvimento impulsionado pela colonização agrícola, especialmente na década de 1990, quando ocorreu a expansão da fronteira agrícola na região oeste de Mato Grosso.

 

Vocação Econômica

A economia de Sapezal é fortemente baseada no agronegócio, com destaque para a produção de grãos, como soja, milho e algodão, além da pecuária.

 

– Agronegócio: o agronegócio é o principal motor da economia de Sapezal, com grande parte da área do município destinada à produção agrícola e pecuária.

– Comércio e Serviços: O comércio local atende às demandas da população, oferecendo uma variedade de estabelecimentos comerciais, como supermercados, lojas, restaurantes e prestadores de serviços.

– Indústria: Embora a atividade industrial em Sapezal seja menos expressiva em comparação com o agronegócio, existem empresas locais voltadas para o beneficiamento de grãos e outros segmentos relacionados ao setor agrícola.

 

Principais Pontos Turísticos

Devido à forte vocação agrícola, Sapezal não possui pontos turísticos tradicionais. No entanto, a paisagem rural e as belezas naturais da região podem atrair visitantes interessados em ecoturismo e turismo rural.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em tecnologia agrícola, como maquinário moderno e sistemas de irrigação eficientes.

– Estabelecimento de agroindústrias para o processamento e beneficiamento de produtos agrícolas.

– Desenvolvimento de serviços especializados para atender às demandas do setor agropecuário, como consultoria agronômica e assistência técnica.

– Investimentos em infraestrutura logística para melhorar o escoamento da produção e reduzir os custos de transporte.

 

PRIMAVERA DO LESTE

7º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 6.965 bi

PIB per capta: R$ 109.043,17

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: Primavera do Leste foi fundada em 13 de maio de 1986.

   – Emancipação: A cidade foi emancipada em 13 de maio de 1986.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Primavera do Leste é de aproximadamente 85.146 habitantes.

 

Localização e Logística

Primavera do Leste está localizada no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. Situa-se a cerca de 238 km a sudeste da capital, Cuiabá. A cidade é acessada principalmente pela rodovia BR-070 e BR-364, que ligam a região a outros estados e regiões do país.

 

Aspectos Históricos e Culturais

A história de Primavera do Leste está ligada à colonização recente da região, principalmente pela expansão da agricultura e pecuária. Sua cultura é influenciada pela diversidade étnica e cultural da população, com destaque para festas típicas e eventos culturais locais.

 

Vocação Econômica

   – Agronegócio: Primavera do Leste é conhecida como uma das principais regiões produtoras de grãos do estado de Mato Grosso, com destaque para a soja, milho e algodão.

   – Indústria: O setor industrial está em crescimento na cidade, com destaque para indústrias alimentícias, de beneficiamento de grãos, metalúrgicas e de materiais de construção.

   – Comércio e Serviços: O comércio e os serviços têm relevância na economia local, atendendo tanto à população residente quanto aos produtores rurais da região.

 

Principais Pontos Turísticos

   – Parque Municipal: Área de lazer com áreas verdes, lagos e espaços para atividades recreativas.

   – Lago Municipal: Local propício para pesca e prática de esportes aquáticos.

   – Mirante do Cristo Redentor: Oferece uma vista panorâmica da cidade e arredores.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em tecnologia e inovação para o agronegócio, como automação e sistemas de monitoramento.

– Desenvolvimento de projetos de infraestrutura para apoio à logística agrícola, como armazenamento e transporte de grãos.

– Expansão do setor de serviços, com foco em saúde, educação e tecnologia da informação.

– Criação de empreendimentos turísticos voltados para o ecoturismo e turismo rural.

 

CAMPO NOVO DO PARECIS

8º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 6.910 bi

PIB per capta: R$ 187.188,91

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: Campo Novo do Parecis foi fundada em 29 de dezembro de 1979.

   – Emancipação: A cidade foi emancipada em 29 de dezembro de 1979.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Campo Novo do Parecis é de aproximadamente 45.899 habitantes.

 

Localização e Logística

Campo Novo do Parecis está localizada no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. Situa-se a cerca de 397 km a noroeste da capital, Cuiabá. A cidade é acessada principalmente pela rodovia BR-364, que liga o estado ao restante do país.

 

Aspectos Históricos e Culturais

A região onde hoje se encontra Campo Novo do Parecis era originalmente habitada por povos indígenas. Sua história está ligada à colonização agrícola, com a chegada de migrantes em busca de terras férteis para a agricultura. A cultura local é influenciada pela diversidade étnica e pelas tradições do campo.

 

Vocação Econômica

   – Agronegócio: Campo Novo do Parecis é conhecida como uma das principais regiões produtoras de grãos do estado, com destaque para a produção de soja, milho, algodão e arroz.

   – Indústria: A indústria está em crescimento, com destaque para o beneficiamento de grãos, fabricação de máquinas agrícolas e agroindústrias.

   – Comércio e Serviços: O comércio e os serviços são importantes para a economia local, atendendo tanto à população residente quanto aos produtores rurais da região.

 

Principais Pontos Turísticos

   – Parque das Águas: Área de lazer com piscinas, áreas verdes e opções de entretenimento para toda a família.

   – Cachoeira Salto das Nuvens: Queda d’água cercada por belas paisagens naturais, ideal para atividades ao ar livre e contato com a natureza.

   – Parque Olhos D’Água: Espaço com lagos, trilhas e áreas de camping, propício para o ecoturismo e atividades recreativas.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em tecnologia e inovação para o agronegócio, como sistemas de monitoramento e gestão de propriedades rurais.

– Desenvolvimento de projetos voltados para a sustentabilidade e conservação ambiental, visando a certificação de produtos agrícolas.

– Expansão do comércio e dos serviços para atender à crescente demanda da população e dos produtores rurais.

– Investimentos em infraestrutura logística para facilitar o escoamento da produção agrícola e pecuária.

 

LUCAS DO RIO VERDE

9º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 6.892 bi

PIB per capta: R$ 98.915,82

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: Lucas do Rio Verde foi fundada em 13 de maio de 1980.

   – Emancipação: A cidade foi emancipada em 13 de maio de 1980.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Lucas do Rio Verde é de aproximadamente 83.798 habitantes.

 

Localização e Logística

Lucas do Rio Verde está localizada no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. Situa-se a cerca de 360 km ao norte da capital, Cuiabá. A cidade é acessada principalmente pela rodovia BR-163, que liga o Mato Grosso aos portos do sul do Brasil.

 

Aspectos Históricos e Culturais

A história de Lucas do Rio Verde está ligada à colonização agrícola da região. Sua cultura é influenciada pela diversidade étnica e cultural dos migrantes que contribuíram para o desenvolvimento da cidade.

 

Vocação Econômica

   – Agronegócio: Lucas do Rio Verde é um dos principais polos agrícolas do Brasil, com destaque para a produção de soja, milho, algodão e carne bovina.

   – Indústria: A cidade possui um parque industrial diversificado, com indústrias alimentícias, metalúrgicas, químicas e de máquinas agrícolas.

   – Comércio e Serviços: O comércio e os serviços têm relevância na economia local, atendendo tanto à população residente quanto aos produtores rurais da região.

 

Principais Pontos Turísticos

   – Parque dos Buritis: Área de preservação ambiental com trilhas, lagos e espaços de lazer.

   – Praça da Cultura: Praça central da cidade, com jardins, fontes e áreas de convivência.

   – Rio Verde: Oferece opções de pesca esportiva e lazer ao ar livre.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em tecnologia e inovação para o agronegócio, como agricultura de precisão e monitoramento agrícola.

– Desenvolvimento de indústrias voltadas para o processamento de produtos agrícolas.

– Expansão do setor de serviços, com foco em saúde, educação e tecnologia da informação.

– Criação de empreendimentos turísticos voltados para o ecoturismo e turismo rural.

 

NOVA MUTUM

10º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 6.037 bi

PIB per capta: R$ 125.187,35

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: Nova Mutum foi fundada em 14 de dezembro de 1978.

   – Emancipação: A cidade foi emancipada em 13 de maio de 1988.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Nova Mutum é de aproximadamente 55.839 habitantes.

 

Localização e Logística

Nova Mutum está localizada no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. Situa-se a aproximadamente 237 km ao norte da capital, Cuiabá. A cidade é acessada principalmente pela rodovia BR-163, que a conecta a outras cidades da região e aos principais centros urbanos do país.

 

Aspectos Históricos e Culturais

A região onde hoje se encontra Nova Mutum era inicialmente habitada por povos indígenas. Sua história recente está ligada à colonização agrícola e ao desenvolvimento econômico. A cultura local é influenciada pela diversidade étnica e pelas tradições dos colonizadores.

 

Vocação Econômica

   – Agronegócio: Nova Mutum possui uma economia fortemente baseada na agropecuária, com destaque para a produção de grãos, como soja, milho e algodão, e criação de gado.

   – Indústria: A cidade se destaca pelo polo industrial, com empresas atuando em diversos setores, como alimentos, metalurgia, plásticos e papel.

   – Comércio e Serviços: O comércio e os serviços têm crescido para atender à demanda da população local e dos produtores rurais da região.

 

Principais Pontos Turísticos

   – Parque Florestal Oso Pardo: Área de preservação ambiental com trilhas, lagos e espaços de lazer.

   – Lago Municipal: Localizado no centro da cidade, oferece área de lazer com parques e atividades recreativas.

   – Museu Histórico de Nova Mutum: Espaço que preserva a história da cidade e da região.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em tecnologia e inovação para o agronegócio, como maquinário agrícola moderno e sistemas de gestão.

– Expansão do setor industrial, com foco em novas tecnologias e produção sustentável.

– Desenvolvimento de empreendimentos imobiliários para atender à crescente demanda por moradia na região.

– Investimentos em infraestrutura e logística para facilitar o escoamento da produção agrícola e industrial.

 

DIAMANTINO

11º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 5.747 bi

PIB per capta: R$ 257.582,45

 

Data de Fundação e Emancipação

– Fundação: A cidade de Diamantino foi fundada em 18 de setembro de 1722.

– Emancipação: Diamantino foi emancipado em 13 de maio de 1833.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Diamantino é de aproximadamente 21.941 habitantes.

 

Localização e Logística

Diamantino está localizado no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. Situa-se a cerca de 209 km a noroeste da capital Cuiabá. A cidade é acessível principalmente pela BR-163, uma importante rodovia que atravessa o estado.

 

Aspectos Históricos e Culturais

Diamantino tem uma rica história ligada à mineração de ouro, que foi um dos principais motores econômicos da região no século XVIII. A cidade também desempenhou um papel estratégico na história do Brasil, servindo como rota de entrada para exploradores e colonizadores.

A cultura do município é influenciada pela sua história e pela diversidade étnica da região. Festas religiosas, como a Festa de São Benedito, e eventos culturais são importantes na vida da cidade.

 

Vocação Econômica

A economia de Diamantino é impulsionada principalmente pelo agronegócio, com destaque para a produção de grãos, como soja, milho e algodão, e pela pecuária. Além disso, o comércio e os serviços também desempenham um papel importante na economia local.

 

– Comércio e Serviços: Diamantino possui um comércio variado, atendendo às necessidades da população local e dos visitantes. Há uma diversidade de estabelecimentos comerciais, como supermercados, lojas de roupas, restaurantes, bancos e prestadores de serviços.

– Indústria: Embora a indústria não seja o setor predominante, existem algumas empresas industriais na cidade, especialmente relacionadas ao processamento de produtos agrícolas e à fabricação de produtos alimentícios.

– Agronegócio: O agronegócio é a principal atividade econômica de Diamantino, com fazendas que produzem grãos e criam gado para corte e leite.

 

Principais Pontos Turísticos

– Igreja Matriz de São Benedito

– Museu Histórico de Diamantino

– Parque Estadual Serra das Araras

– Cachoeira do Prata

– Cachoeira do Piquiri

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em tecnologia agrícola para aumentar a produtividade no campo.

– Estabelecimento de empresas voltadas para o processamento e beneficiamento de produtos agrícolas.

– Desenvolvimento de infraestrutura turística para explorar o potencial turístico da região.

– Investimentos em logística para facilitar o escoamento da produção agrícola e pecuária.

 

TANGARÁ DA SERRA

12º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 5.585 bi

PIB per capta: R$ 51.892,66

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: Tangará da Serra foi fundada em 13 de maio de 1976.

   – Emancipação: A cidade foi emancipada em 13 de maio de 1976.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Tangará da Serra é de aproximadamente 106.434 habitantes.

 

Localização e Logística

Tangará da Serra está localizada no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. Situa-se a cerca de 242 km a noroeste da capital, Cuiabá. A cidade é acessada principalmente pela rodovia BR-364, que liga o Mato Grosso a outras regiões do país.

 

Aspectos Históricos e Culturais

Tangará da Serra tem sua história ligada à colonização da região e ao ciclo do café. Sua cultura é marcada pela influência indígena, com celebrações e festas típicas, além de eventos culturais que ressaltam a identidade local.

 

Vocação Econômica

   – Agronegócio: Tangará da Serra é conhecida por ser uma importante produtora de grãos, especialmente soja, milho e algodão. O município também se destaca na produção de leite e carne.

   – Indústria: A indústria está em crescimento, com destaque para o setor alimentício, madeireiro e de produtos agrícolas.

– Comércio e Serviços: O comércio e os serviços têm relevância na economia local, atendendo tanto à população residente quanto aos produtores rurais da região.

 

Principais Pontos Turísticos

   – Cachoeira Salto Maciel: Uma das maiores cachoeiras do estado de Mato Grosso, com belas quedas d’água e área de lazer.

   – Parque Municipal Antônio José da Silva Neto: Área de preservação ambiental com trilhas, lagos e espaços de convivência.

   – Catedral de Santo Antônio: Construída em estilo neogótico, é um importante marco arquitetônico da cidade.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em infraestrutura para o agronegócio, como armazenamento e logística.

– Desenvolvimento de indústrias voltadas para o processamento de produtos agrícolas.

– Expansão do setor de serviços, com foco em saúde, educação e tecnologia da informação.

– Criação de empreendimentos turísticos voltados para o ecoturismo e turismo de aventura.

 

CAMPO VERDE

13º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 4.993 bi

PIB per capta: R$ 113.394,08

 

Data de Fundação e Emancipação

– Fundação: 28 de dezembro de 1984.

– Emancipação: 13 de maio de 1986.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Campo Verde é de aproximadamente 44.585 habitantes.

 

Localização e Logística

Campo Verde está localizado no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. Situa-se a aproximadamente 137 km ao sul da capital Cuiabá. A cidade é acessível principalmente pela BR-070 e pela MT-140.

 

Aspectos Históricos e Culturais

Campo Verde tem sua história ligada à colonização agrícola, com a chegada de imigrantes principalmente nas décadas de 1970 e 1980. Sua cultura é marcada pela influência desses colonizadores, bem como pela rica tradição agropecuária da região.

 

Vocação Econômica

A economia de Campo Verde é fortemente voltada para o agronegócio, com destaque para a produção de grãos, como soja, milho e algodão, além da pecuária de corte e leiteira.

 

– Comércio e Serviços: Campo Verde possui um comércio diversificado, atendendo às necessidades da população local e da região circundante. Há uma variedade de estabelecimentos comerciais, incluindo supermercados, lojas de varejo, restaurantes e prestadores de serviços.

– Indústria: a indústria em Campo Verde é em grande parte relacionada ao agronegócio, com empresas que atuam no processamento de produtos agrícolas, fabricação de insumos agrícolas e outras atividades relacionadas.

– Agronegócio: o agronegócio é o principal pilar econômico de Campo Verde, com extensas áreas dedicadas ao cultivo de grãos e à criação de gado.

 

Principais Pontos Turísticos

– Parque Natural Municipal das Águas Quentes: Oferece piscinas de águas termais e atividades de lazer.

– Parque Ecológico Tancredo Neves: Área verde com trilhas para caminhada, lagos e espaços para piquenique.

– Igreja Matriz São Lourenço: Importante marco histórico e religioso da cidade.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em tecnologia agrícola para aumentar a eficiência e produtividade no campo.

– Estabelecimento de agroindústrias para o processamento e beneficiamento de produtos agrícolas.

– Desenvolvimento de serviços especializados para atender às demandas do setor agropecuário, como consultoria e assistência técnica.

– Investimentos em infraestrutura logística para facilitar o escoamento da produção e reduzir os custos de transporte.

 

QUERÊNCIA

14º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 4.259 bi

PIB per capta: R$ 231.667,59

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: A cidade de Querência foi fundada em 19 de dezembro de 1986.

   – Emancipação: Querência foi emancipada em 13 de maio de 1988.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Querência é de aproximadamente 26.769 habitantes.

 

Localização e Logística

Querência está localizada no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. Situa-se a cerca de 717 km a nordeste da capital Cuiabá. A cidade é acessível principalmente pela BR-242 e pela MT-109.

 

Aspectos Históricos e Culturais

Querência tem sua história ligada à ocupação agrícola da região, especialmente após a abertura de novas áreas para o plantio. Sua cultura é influenciada pela diversidade étnica da população e pelas tradições do campo.

 

Vocação Econômica

A economia de Querência é fortemente baseada no agronegócio, com destaque para a produção de grãos, como soja, milho e algodão, além da pecuária de corte e leiteira.

 

– Comércio e Serviços: Querência possui um comércio local diversificado, atendendo às necessidades da população e dos produtores rurais da região. Há uma variedade de estabelecimentos comerciais, como supermercados, lojas de varejo, restaurantes e prestadores de serviços.

– Indústria: a indústria em Querência é relativamente pequena em comparação com o setor agropecuário. Algumas indústrias estão presentes na cidade, especialmente relacionadas ao processamento de produtos agrícolas.

– Agronegócio: o agronegócio é o principal motor econômico de Querência, com vastas áreas dedicadas ao cultivo de grãos e à criação de gado.

 

Principais Pontos Turísticos

– Parque Natural Municipal das Águas Quentes: Oferece piscinas de águas termais e áreas de lazer.

– Rio das Mortes: Importante curso d’água que atravessa a região, proporcionando oportunidades para atividades recreativas e pesca esportiva.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em tecnologia agrícola para aumentar a produtividade e eficiência no campo.

– Estabelecimento de agroindústrias para o processamento e beneficiamento de produtos agrícolas.

– Desenvolvimento de serviços especializados para atender às demandas do setor agropecuário, como logística, armazenagem e assistência técnica.

– Exploração do turismo rural e ecológico, aproveitando a riqueza natural da região.

 

BARRA DO GARÇAS

15º RANKING PIB MT (IBGE 2021, divulgado em 2023)

PIB: R$ 2.567 bi

PIB per capta: R$ 41.607,18

 

Data de Fundação e Emancipação

   – Fundação: A região onde hoje se localiza Barra do Garças era habitada por povos indígenas. A data de fundação da cidade é atribuída a 13 de maio de 1800, quando foi ergida uma capela dedicada a Nossa Senhora da Guia.

   – Emancipação: Barra do Garças foi emancipada em 19 de julho de 1924.

 

População

Segundo último censo do IBGE (2022), a população de Barra do Garças é de aproximadamente 69.210 habitantes.

 

Localização e Logística

Barra do Garças está localizada no estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. Situa-se às margens do Rio Araguaia, o que a torna um importante ponto turístico. A cidade é acessada principalmente pela rodovia BR-070 e pela BR-158.

 

Aspectos Históricos e Culturais

A região de Barra do Garças possui uma rica história, com presença de povos indígenas desde tempos remotos. Foi colonizada por bandeirantes em busca de ouro e prata. Sua cultura é marcada pela diversidade étnica, com influências indígenas, africanas e europeias.

 

Vocação Econômica

   – Agronegócio: A região possui atividades agrícolas, com destaque para a produção de grãos, como soja, milho e arroz, além da pecuária.

   – Comércio e Serviços: Barra do Garças possui um comércio diversificado e oferece uma variedade de serviços, incluindo saúde, educação, turismo e lazer.

   – Turismo: O turismo é uma importante fonte econômica, devido às belezas naturais da região, como o Rio Araguaia, cachoeiras, grutas e trilhas.

 

Principais Pontos Turísticos

   – Parque Estadual da Serra Azul: Área de preservação ambiental com cachoeiras, trilhas e mirantes.

   – Cachoeira da Usina: Queda d’água formada pela represa de uma antiga usina hidrelétrica.

   – Rio Araguaia: Oferece praias de água doce e atividades como pesca esportiva, passeios de barco e canoagem.

 

Principais Oportunidades de Negócios para Investidores e Empresários

– Investimentos em turismo ecológico e de aventura, como hotéis, pousadas, restaurantes e empresas de ecoturismo.

– Exploração de atividades relacionadas à pesca esportiva no Rio Araguaia.

– Desenvolvimento de projetos voltados para a agricultura sustentável e a pecuária de corte.

– Ampliação do comércio e dos serviços para atender à demanda crescente da região.

Não é permitida a cópia deste conteúdo sem autorização.