DECRETO DE CALAMIDADE

Assembleia vota decreto de calamidade financeira nessa terça (22)

O governador diz que com o decreto a ideia é honrar o compromisso junto aos fornecedores e definir os serviços essenciais e os pagamentos que acompanharão a entrada do caixa do governo.
Segunda-feira 21 de Janeiro de 2019
Redação
Assembleia vota decreto de calamidade financeira nessa terça (22)
Foto: Reprodução

O decreto de calamidade financeira que foi anunciado nessa semana pelo governador Mauro Mendes (DEM) por conta da situação financeira do estado, já foi enviado para  à Assembleia Legislativa  e deve ser colocado para votação na sessão plenária de terça-feira (22). 

O presidente da Assembleia, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) não vai medir esforços para que o decreto seja aprovado o mais rápido possível, visto que os deputados sabem da realidade financeira do estado e o governo tem pressa em aprová-lo no intuito de equilibrar as contas do estado.

O governador diz que com o decreto a ideia é honrar o compromisso junto aos fornecedores e definir os serviços essenciais e os pagamentos que acompanharão a entrada do caixa do governo. “Quanto aos salários dos servidores, essas diretrizes é que possibilitarão a regularização dos vencimentos”, justificou Mauro. 

De acordo com ele, a medida se faz necessária, uma vez que o pacote de medidas enviado recentemente ao Legislativo não é suficiente para resolver a situação a curto prazo. 

“As mensagens encaminhadas pelo Executivo à Assembleia Legislativa, denominadas Pacto por Mato Grosso, embora imprescindíveis para o reequilíbrio das contas, não serão suficientes para suprir as necessidades imediatas do Estado”, pontuou.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS