Afastamento

Secretário de Comunicação é afastado por suspeita de assédio moral e sexual

Kleber Lima foi afastado das funções por ser acusado de cometer assédio moral e sexual contra profissionais que atuam no Gabinete de Comunicação do Governo do Estado.
Quinta-feira 28 de Setembro de 2017
Redação
Secretário de Comunicação é afastado por suspeita de assédio moral e sexual

O secretário de Estado do Gabinete de Comunicação, Kleber Lima foi afastado das funções por ser acusado de cometer assédio moral e sexual contra profissionais que atuam na pasta. A decisão foi da juíza Célia Regina Vidotti, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá.

O jornalista foi denunciado pelos profissionais ao Ministério Público. A acusação de improbidade foi assinada pelos promotores de Justiça Mauro Zaque, André Luis de Almeida, Ednaldo dos Santos Coelho e Roberto Aparecido Turin, que integram o Núcleo de Defesa da Probidade Administrativa e do Patrimônio Público do MPE.

Na denúncia ainda consta que ele teria cometido “cantadas” e ameaçado de grampear telefones de jornalistas, com auxílio da Casa Militar. Além disso, as investigações apontam que ele usava o Gabinete de Comunicação como “palanque” para futura campanha eleitoral do governador Pedro Taques. O processo da decisão ainda não foi disponibilizado.

O advogado do secretário, Paulo Fabrinny, disse que vai recorrer da decisão e que ainda não teve acesso à decisão. Ele defendeu que seu cliente é inocente e disse que Kleber ainda não foi chamado para prestar esclarecimentos.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS